Eu me sento e espero pelo entardecer. São momentos como esse em que vemos como é bela a vida. Em que outra hora veríamos o céu laranja? Durante o amanhecer, ele está vermelho, é quando o céu mostra as marcas da noite. Ao entardecer ele se arrepende pelos erros cometidos no dia. Agora está escurecendo, porém ainda é claro, posso ver os últimos raios de sol no horizonte. A noite está chegando, e o dia vai partindo. Porém, ao entardecer, eles param para conversar. Dois opostos convivendo em perfeita união. O entardecer é a hora mágica, é a hora em que renovamos a nossa esperança: por mais escuro que esteja, o sol há de nascer e iluminar meus caminhos, por isso, posso continuar.

Isabella Quaranta

sexta-feira, dezembro 04, 2009

Vampiros: A nova moda

Oi oi a todos.
Bom, eu sei, to devendo o capítulo. Mas prometo postar logo.
Hoje eu estou aqui pra falar outra coisa.

Estava eu, muito empolgada (sem ter o que fazer) na internet, quando eu me deparo com um blog que falava sobre "por que mulheres adoram vampiros?". Então... decide criar a minha teoria.

Alguns tópicos que eu considero para admitir minha paixão pelos sugadores de sangue mais manjados da Terra:
1 - Vampiros são do mal (6) hohoho.
2 - 90% são muuuito bonitos (exceções como Nosferatus são fato.)

Mas o detalhe é esse, depois de Bram Stoker fazer um mega-super-hiper-sucesso com seu Conde Drácula super malvadão, todo mundo decidiu escrever de um jeito único sobre esses seres noturnos.

Falando sério, as descrições são semelhantes (?).
Vejamos:



Temos primeiro, o clássico do cinema, o vampiro FEIOSO, Nosferatus. Feio é pouco, sério. Não há como ter o menos carisma por aquela coisa esquelética com um cabeção e dois dentinhos na frente. Mas levemos em conta, que ele não é propriamente dito um vampiro.
Ele bebe só um pouco de sangue, sem matar, e é totalmente a favor do uso de bloqueador quando for se bronzear! Tá, ele pode pegar sol sem virar churrasco (como a maioria dos vampiros NORMAIS)



Outro super famosos vampiro desses tempos é o Drácula, pai de
todos os vampiros atuais. Originalmente publicado por Bram Stoker, esse romance já teve várias adaptações, até chegar ao cinema. Sobre esse eu não tenho muito a dizer, pois não li e ainda não vi o filme, mas acho que vou ver essa semana. Nosso vampiro super-bad é interpretado por Gary Oldman (Sirius Black para os mais íntimos). Aí nós começamos a ter um vampiro charmoso. Em Drácula, o "vampiro" é um morto vivo que perambula as ruas de Londres em busca de sua amada, que voltou a vida após se matar achando que ele estava morto. Para conseguir sobreviver a luz do sol e manter seu corpo como o de um ser humano, o morto-vivo precisa beber sangue. Aí nós temos uma boa explicação pra o sangue. Van Helsing (o filme) também é uma adaptação de Drácula, o personagem que da título ao filme (Van Helsing) é um doutor que caça Drácula durante toda a estória. Legal, não?!

Passando adiante...

Em O Vampiro Lestat de Anne Rice (pra mim, um dos melhores sobre o gênero), nosso

narrador, o próprio Lestat começa falando do seu charme inigualável e de seu ódio pelo modo como Louis o relata em Entrevista com o Vampiro (o primeiro livro da autora, narrado por Louis). Pois é, assim é Lestat, fora que ele faz parte de uma banda de rock e é interpretado no cinema por Tom Cruise (Louis é pelo Brad Pitt). Vale ressaltar que eles não podem sair ao sol (Lestat pode, mas pra saber o porquê, vá ler.). Tudo bem, que após se ler o primeiro quer todos da série Crônicas Vampirescas, mas superem.

Começamos bem.

Alguns anos depois, L.J. Smith decide escrever sobre vampiros, e temos o quê!?
Os Diários do Vampiro (Vampire Diaries).

Nele nós temos Stefan Salvatore, um vampiro vegetariano que é atormentado pela lembrança de sua amada Katherine, a vampira que o transformou. Isso tudo muda quando ele se muda para os EUA e conhece Elena, um loira (A gata do colégio), que é "igual" a Katherine (tirando a parte de Kath ser vampira e Elena não). Ele tenta fugir dela, mas não consegue e cai de amores pela loira. Por outro lado temos Damon (aaah... Damon...), o irmão malvadão de Stefan que quer matar todo munndo se sentir fome. Damon é O CARA! (pra mim). Ah, eles sim, podem sair ao sol, por causa de um anel que eles usam na mão. E ambos são muuito charmosos. Aí nós temos a série de TV, que lançou esse ano, em que Stefan é interpretado Paul Wesley e Damos por Ian Somerhalder. Da pra resistir?

Aí nós temos uma mancha negra nos vampiros malvadões que querem devorar humanos e beber seu sangue (nada contra Crepúsculo e companhia):
Edward Cullen.

Tia Steph, para muitos, decidiu ser mais uma a escrever sobre esse sanguessugas.
Ela criou os Cullen, um grupo de vampiros que, assim como Stefan, não bebe sangue, e vive tranquilamente comendo outros animaiszinhos (sem duplos sentido POR FAVOR!). Não que eu não goste. Juro que tenho todos os livros, e que quando li eu gostei. É que comparado aos outros vampiros, eles são peculiares. Claro o charme prevalece em todos eles. Mas os vampiros de tia Steph PODEM sair ao sol e não morrem! Eles brilham. Por isso que eu disse, "mancha negra nos vampiros". Fora isso, tudo normal para um vampiro nos Cullen. Até mesmo os poderes diferenciados.

Tem mais um monte de livros e filmes sobre vampiros. Passaria dias e dias falando aqui sobre eles, mas esses daí são um bom resumo de como deve ser um vampiro.
Regra Geral: vampiros são CHARMOSOS.
Aí está, meu pequeno resumo sobre esses seres que eu tanto gosto. Espero que tenham gostado.
Amanhã saí o capítulo.
Beijos.

2 comentários:

Mariana disse...

Ahhhhh... Lestat... *suspiro*
Ahhhhh... Sirius Black (sou íntima, fikdik) *suspiro²*

Ótimo post!

Bella Quaranta disse...

kkkkkkkk. Assista Drácula (eu tenho /fikdik) ;)

Related Posts with Thumbnails